BIOGRAFIA – Charles Finney (1792-1875)

      

Homem que redefiniu o caráter dos Estados Unidos

Dos muitos pregadores corajosos, mas muitas vezes esquecidos, que cruzaram as regiões selvagens dos EUA, nenhum deles teve um impacto mais profundo do que o poderoso reavivalista Charles Grandison Finney. Numa época de grandes líderes, tanto seculares quanto religiosos, Charles Finney criou um legado que redefiniu o próprio caráter dos Estados Unidos.

Um jovem brilhante e talentoso, Charles Finney demonstrava muito cedo o potencial para grandes realizações em qualquer esfera. Ele escolheu a advocacia e logo se estabeleceu no pequeno vilarejo de Adams, em Nova Iorque. Finney era do tipo que gostava de atividade física, e adorava passear na região de mata imediatamente fora do vilarejo. Muitas vezes ele passava tempo ponderando nas muitas citações da Bíblia que ele havia achado enquanto examinava julgamentos e códigos legais de sua época. Ele havia recentemente começado a ler a Bíblia diariamente para aumentar seu estudo de direito. Para sua surpresa, Finney descobriu que a leitura da Bíblia havia provocado perguntas sérias sobre seu próprio destino eterno. Essa luta sobre seu destino chegou a um ponto crucial em certa manhã de outubro quando um versículo da Bíblia ficava se repetindo na mente de Finney:

“Então me invocareis e chegareis a mim para orar, e Eu vos darei toda a atenção. Vós me buscareis e me encontrareis, quando me buscardes de todo coração.” (Jeremias 29:12-13 King James Atualizada)

A Presença de Deus

De repente, parecia como se Charles Finney estivesse na própria presença de Deus. Preste atenção às suas palavras: “Parecia como se eu tivesse me encontrado com o Senhor Jesus face a face… Prostrei-me a Seus pés e derramei minha alma a Ele… Sem nenhuma recordação de que eu já tivesse ouvido sobre isso mencionado por alguém no mundo, o Espírito Santo desceu sobre mim de uma maneira que parecia atravessar-me, corpo e alma… É impossível expressar com palavras o amor maravilhoso que foi derramado amplamente no meu coração.” Charles Finney abandonou a advocacia para entrar no ministério pastoral e logo recebeu licença oficial para pregar. Mas em vez de assumir residência numa igreja local, ele se sentiu atraído para o evangelismo itinerante, entre famílias pioneiras que estavam se mudando para o Oeste.

Finney era também pioneiro no que se referia à pregação. Em vez de ler a partir de um texto preparado, ele falava de modo improvisado, a partir de seu coração. Ele permitia que as mulheres dirigissem as orações e chamava publicamente os pecadores ao arrependimento — por nome, do púlpito! Suas muitas inovações eram chamadas de “Novas Medidas” e pareciam apavorar os pastores apegados às tradições. Mas seus métodos funcionavam!

Conta-se que, após uma de suas pregações em Governeur, no estado de Nova Iorque, não houve baile ou representações teatrais por quase seis anos, tamanha a força das palavras proferidas pelo chamado apóstolo do avivamento. Ao longo de todo seu ministério pela América, calcula-se que cerca de 500 mil pessoas aceitaram ao Senhor.

História

Finney nasceu em Warren, estado de Connecticut, no dia 29 de agosto de 1792. Dois anos depois, sua família foi para a cidade de Hanover, em Nova Iorque. Seus pais não eram convertidos ao Evangelho, e a única imagem religiosa que tinha na adolescência era a de uma igreja conservadora e fria. Em 1821, após ler muitos livros de Direito, cujas leis eram fundamentadas na Bíblia, ele decidiu conhecer as Escrituras. Durante todo seu processo de aprendizado e mais tarde em seu ministério, Finney manteve os princípios que aprendeu nos anos em que esteve na advocacia.

Ele queria entender a profundidade dos problemas da humanidade, usar sua fantástica oratória para falar de Jesus e estudar a Bíblia com uma visão racional e prática. Por causa disso, Finney teve dificuldades para compreender por que as bênçãos não chegavam ao povo de Deus: Ao ler a Bíblia, ao assistir as reuniões de oração, e ouvir os sermões do pregador, percebi que não me achava pronto a entrar nos céus. Fiquei impressionado especialmente com o ato das orações dos cristãos, semana após semana, não serem respondidas. Li na Bíblia: Pedi e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Li também, que Deus está mais pronto a dar o Espírito Santo aos que Lho pedirem, do que os pais terrestres a darem boas coisas aos filhos. Mas, ao ler mais a Bíblia, vi que as orações dos cristãos não eram respondidas porque não tinham fé, isto é, não esperavam que Deus lhes desse o que pediram. Entretanto, com isso senti um alívio a cerca da veracidade do Evangelho, contou ele anos mais tarde em sua autobiografia.

Ministro do Evangelho

Em 1823, Finney se tornou ministro do Evangelho na Igreja Presbiteriana de Saint Lawrence, e iniciou, no ano seguinte, o processo conhecido nos livros de história como “o fogo dos nove anos”, entre 1824 e 1832. Naquele período, ele administrou reuniões de reavivamento ao longo das chamadas cidades orientais: Gouverneur, Roma, Utica, Ruivo, Troy, Wilmington, Filadélfia, Boston e Nova Iorque. Durante as reuniões, advogados, médicos e homens de negócios se arrependiam de seus pecados e se entregavam a Jesus com lágrimas. Em Rochester, diz-se que o lugar foi estremecido até as suas fundações, e cerca de 1.200 pessoas converteram-se a Cristo. Boa parte delas tornou-se membro da Igreja Presbiteriana daquela cidade. Finney abriu o caminho para evangelistas de massa como Dwight L. Moody, Billy Sunday entre outros.

Finney ficou viúvo duas vezes e teve três esposas. Casou-se com Lydia Raiz Andrews, com quem teve seis filhos. Ela morreu em 1847. Depois, casou-se com Elizabeth Ford Atkinson, que também faleceu, e, por último, Rebecca Allen Rayl. As três compartilharam do trabalho de reavivamento, acompanhando-o nas viagens e nos ministérios paralelos.

Nove Anos de Poder

Uma série de reavivamentos começou a varrer o Nordeste dos EUA no que veio a ser conhecido como “Os Nove Anos de Poder” de evangelismo de Finney. Como um incêndio florestal, se espalhou pelas cidades de Evans Mill, Antwerp, Rome, Utica, Auburn, Troy, Wilmington, Filadéfia, Boston e Nova Iorque. Mas o reavivamento que eclipsou todos os outros ocorreu na cidade de Rochester no ano de 1830. E tudo começou com um simples encontro. A esposa de um proeminente jurista de Rochester havia convidado Finney para seu lar, esperando aprender mais sobre esse pregador que estava se tornando muito famoso. Secretamente, ela se preocupava que esse reavivamento, que parecia seguir o rastro de Finney por toda parte onde ele ia, arruinaria os bailes sociais da cidade. Ao falar com a mulher, Finney observou que o orgulho era a característica mais marcante do caráter dela. Ele sentiu um estímulo do Espírito Santo para repartir com ela um versículo específico da Bíblia: “Com toda a certeza vos afirmo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos céus.” (Mateus 18:3 King James Atualizada)

Conversão da Alta Sociedade

A mulher da alta sociedade se sentiu cativada com o versículo, repetindo-o para si mesma quando Finney a convidou a orar. Silenciosamente, ele pediu que Deus desse a ela uma impressão da necessidade de se tornar filha de Deus e aceitar a salvação. Não demorou muito e ficou claro que a oração de Finney estava sendo respondida, pois a mulher dobrou os joelhos e ficou aos soluços. Quando abriu os olhos, ele viu a face dela cheia de lágrimas voltada para o céu. Finney soube instantaneamente que a Bíblia tinha se tornado viva: ela agora era filha de Deus! O que ele não sabia era o efeito dramático que essa conversão específica acabaria tendo. Em suas memórias, Finney escreveu:

“Deu para ver logo que o Senhor estava querendo a conversão das classes mais elevadas da sociedade. Minhas reuniões logo se encheram de multidões dessa classe… Enquanto o reavivamento ia varrendo a cidade, e convertendo a grande massa das pessoas mais influentes, tanto de homens quanto de mulheres, a mudança na ordem, sobriedade e moralidade da cidade era maravilhosa.”

Cristianismo em todos os lugares

Charles P. Bush, natural da cidade de Rochester, se converteu durante o reavivamento. Mais tarde ele comentou: “A comunidade inteira ficou emocionada. O Cristianismo era o tema das conversas nas casas, nas lojas, nos escritórios e nas ruas… Os bares foram fechados, o domingo era honrado como Dia do Senhor, as igrejas se enchiam de pessoas que louvavam e adoravam com alegria… Houve uma redução maravilhosa nos crimes. Os tribunais tinham pouco trabalho, e a cadeia ficou praticamente vazia por vários anos depois.”

Os historiadores dizem acerca do reavivamento de Rochester que “os alicerces do lugar foram abalados.” Mais de 40 dos novos convertidos entraram no ministério pastoral e pelo menos 1.500 reavivamentos ocorreram em outras cidades como resultado de Rochester. Para seu crédito, Charles Finney deu toda glória a Deus:

“Este é um trabalho grande e glorioso — suficiente para encher os corações do povo de Deus com humildade e gratidão, e suas bocas com ações de graças!”

Obra Teológica

      Em 1832, Finney começou a pastorear uma igreja presbiteriana em Nova Iorque, ao mesmo tempo em que era evangelista em cidades mais distantes. Três anos depois, um comerciante de seda, rico e benfeitor, Arthur Tappan, ofereceu apoio financeiro ao recém fundado Instituto Colegial Oberlin naquela cidade, desde que Finney fosse convidado a montar um departamento teológico. Por influência do abolicionista Theodore Dwight Solda, o pregador aceitou o convite, mas com duas exigências: a de continuar pregando a Palavra de Deus em Nova Iorque e a de que a escola admitisse negros. Assim foi feito.

Mais tarde, o colégio passou a chamar-se Seminário Teológico Oberlin. Naquele estabelecimento, Finney foi professor de teologia sistemática e teologia pastoral. Durante os 40 anos em que atuou como evangelista, escreveu 17 livros, quatro deles impressos ate hoje. O mais significativo deles foi, sem dúvida, Teologia Sistemática,* considerado por muitos a maior obra sobre Teologia escrita após as Escrituras. Vítima de um problema cardíaco, o professor e apóstolo apaixonado por Jesus faleceu em l875.

Wesley L. Duewel – O Fogo do Reavivamento

      Até sua morte em 16 de agosto de 1875, aos 82 anos, Finney continuou sendo usado por Deus como um poderoso instrumento de avivamento nos Estados Unidos e na Inglaterra. De 1851 a 1866 ele foi diretor do Oberlin College, onde ele ensinou 20 mil estudantes.

       No seu livro ‘O Fogo de Reavivamento’, Wesley Duewel conta sobre um avivamento que aconteceu numa escola secundária, provavelmente em 1831:

       Um cético tinha uma grande escola secundária em Rochester. Inúmeros estudantes foram às reuniões de Finney e ficaram profundamente convencidos de sua necessidade de Cristo. Certa manhã depois de as reuniões terem continuados por duas semanas, o diretor encontrou tantos alunos chorando por causa dos seus pecados que mandou buscar Finney para instruí-las. Finney atendeu e o diretor e quase todos os alunos foram convertidos. Mais de quarenta estudantes do sexo masculino e vários do sexo feminino vieram a tornar-se mais tarde ministros e missionários.

       E falando sobre este avivamento na cidade de Rochester, Wesley Duewel resuma:

       Anos mais tarde, o Dr. Henry Ward Beecher, ao comentar esse poderoso reavivamento e seus resultados, declarou: “Essa foi a maior obra de Deus e o maior reavivamento da religião que o mundo já viu em prazo tão curto. Calcula-se que cem mil indivíduos se uniram às igrejas como resultado desse enorme reavivamento.” No período entre 1831 e 1835, mais de 200.000 foram convertidos.

       De acordo com o promotor de Rochester, o avivamento naquela cidade resultou numa diminuição de dois terços no índice de criminalidade, mesmo com a população da cidade triplicando depois do avivamento.

       Finney foi instrumental no grande avivamento de 1857 a 1858 dos ‘grupos de oração’, que se espalhou por dez mil cidades e municípios, resultando na conversão de pelo menos um milhão de pessoas. Somente entre janeiro e abril de 1858, cem mil pessoas foram salvas nestas reuniões de oração ao meio-dia.

Autor

Richard Klein

Traduzido por Julio Severo do original em inglês da CBN: Charles Finney: A Nation’s Character Redefined

http://www.cacp.org.br/charles-finney-o-evangelista/

-Redação do Portal Atos Dois e

-Ministério Ensinando Cristo as Nações Postado por Jorge Eduardo Costa

Anúncios
Esse post foi publicado em Biografia, História Eclesiástica, Ministério CACP. Bookmark o link permanente.

32 respostas para BIOGRAFIA – Charles Finney (1792-1875)

  1. Pingback: Revisões, atualizações e comentários nas postagens | Sal da Terra e Luz do Mundo

  2. Michale Korus disse:

    Very informative. There is a lot of good infromation and advice here.

    Curtir

  3. Janina Freeze disse:

    Can I simply just say what a relief to discover an individual who actually understands what they’re discussing on the internet. You certainly understand how to bring an issue to light and make it important. More people need to look at this and understand this side of the story. I was surprised you are not more popular given that you surely possess the gift.

    Curtir

  4. Greetings! Very useful advice in this particular post! It’s the little changes that produce the most significant changes. Thanks a lot for sharing!

    Curtir

  5. Greetings! Very useful advice in this particular post! It’s the little changes that make the most significant changes. Many thanks for sharing!

    Curtir

  6. Hi! I could have sworn I’ve visited this site before but after browsing through many of the articles I realized it’s new to me. Anyhow, I’m certainly delighted I stumbled upon it and I’ll be book-marking it and checking back regularly!

    Curtir

  7. Oma Warneka disse:

    Howdy! This post couldn’t be written much better! Looking at this article reminds me of my previous roommate! He constantly kept preaching about this. I’ll send this article to him. Pretty sure he’s going to have a very good read. Many thanks for sharing!

    Curtir

  8. May I simply just say what a relief to discover an individual who genuinely knows what they are talking about on the net. You definitely know how to bring an issue to light and make it important. A lot more people have to look at this and understand this side of the story. I can’t believe you aren’t more popular given that you surely have the gift.

    Curtir

  9. Kelly Forbess disse:

    Everyone loves it when folks get together and share views. Great website, continue the good work!

    Curtir

  10. Tresa Martel disse:

    The very next time I read a blog, I hope that it doesn’t fail me as much as this particular one. After all, Yes, it was my choice to read through, nonetheless I actually thought you would probably have something interesting to talk about. All I hear is a bunch of moaning about something that you could possibly fix if you weren’t too busy seeking attention.

    Curtir

  11. Hello! I just wish to offer you a big thumbs up for the excellent information you have got here on this post. I’ll be returning to your web site for more soon.

    Curtir

  12. Aura Briddick disse:

    I believe this web site has got some rattling fantastic info for everyone :D. “Laughter is the sun that drives winter from the human face.” by Victor Hugo.

    Curtir

  13. Luci Lamia disse:

    Everyone loves it when individuals come together and share thoughts. Great site, stick with it!

    Curtir

  14. I’m impressed, I must say. Seldom do I encounter a blog that’s equally educative and engaging, and let me tell you, you have hit the nail on the head. The issue is something that not enough people are speaking intelligently about. I’m very happy that I stumbled across this in my hunt for something concerning this.

    Curtir

  15. rfbarbosa1963 disse:

    My son, James and his fiancée Fabiola, have a web company and that they were organized and given the layout of the blog. I just insert the text and the links created. Maybe you making contact with them, they can help you. Here is their link:
    http://rerweb.com.br/

    Curtir

  16. Maxie Callins disse:

    It’s hard to find educated people for this topic, however, you seem like you know what you’re talking about! Thanks

    Curtir

  17. Kay Reigleman disse:

    The very next time I read a blog, Hopefully it won’t disappoint me as much as this particular one. After all, Yes, it was my choice to read through, nonetheless I truly thought you’d have something interesting to say. All I hear is a bunch of moaning about something that you could possibly fix if you were not too busy searching for attention.

    Curtir

  18. rfbarbosa1963 disse:

    Perhaps the problem is that the translator is being used because the Portuguese language have sought to make spelling corrections in general.

    Curtir

  19. Vanessa disse:

    Hi, i think that i saw you visited my website so i came to “return the favor”.I’m attempting to find things to enhance my website!I suppose its ok to use some of your ideas!!

    Curtir

  20. Next time I read a blog, Hopefully it doesn’t disappoint me just as much as this particular one. I mean, Yes, it was my choice to read through, however I genuinely believed you would have something interesting to say. All I hear is a bunch of moaning about something that you can fix if you weren’t too busy searching for attention.

    Curtir

  21. I really like it whenever people come together and share ideas. Great blog, keep it up!

    Curtir

  22. rfbarbosa1963 disse:

    Good day. Who organized the blog as a whole was my son and his bride. Below is their link:
    http://www.rerweb.com.br
    I just come in with the text and links.

    Curtir

  23. Ruth Gent disse:

    It’s hard to come by experienced people in this particular topic, however, you sound like you know what you’re talking about! Thanks

    Curtir

  24. Hi, I do think this is an excellent blog. I stumbledupon it 😉 I will come back yet again since i have book marked it. Money and freedom is the best way to change, may you be rich and continue to guide other people.

    Curtir

  25. Felix Lanoue disse:

    fantastic points altogether, you simply gained a new reader. What would you suggest about your post that you made some days ago? Any positive?

    Curtir

  26. Aletha Cana disse:

    May I just say what a comfort to discover somebody who genuinely understands what they’re discussing over the internet. You definitely know how to bring a problem to light and make it important. More and more people must read this and understand this side of your story. I was surprised you’re not more popular since you certainly possess the gift.

    Curtir

  27. Jannet Surra disse:

    Nice post. I learn something totally new and challenging on sites I stumbleupon on a daily basis. It’s always useful to read through articles from other writers and use a little something from their web sites.

    Curtir

  28. I must thank you for the efforts you have put in penning this site. I’m hoping to check out the same high-grade blog posts by you in the future as well. In fact, your creative writing abilities has encouraged me to get my own, personal website now 😉

    Curtir

  29. I was more than happy to search out this internet-site.I wished to thanks in your time for this wonderful learn!! I definitely enjoying every little bit of it and I’ve you bookmarked to check out new stuff you weblog post.

    Curtir

  30. Rosaura disse:

    We’re a gaggle of volunteers and starting a brand new scheme in our community. Your site offered us with helpful info to paintings on. You’ve performed an impressive process and our entire neighborhood will probably be grateful to you.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s