Prefácio do Autor

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um ano atrás, as pessoas na China começaram a desaparecer.

E é por isso …

Começando em 10 de julho de 2015, o governo chinês começou a reprimir os defensores dos direitos humanos, advogados, seus familiares e associados em uma tentativa sem precedentes para remover ou silenciar a única proteção que muitas minorias religiosas na China têm. E ele ainda está acontecendo. Apenas alguns dias atrás, em 15 de julho, advogado de direitos humanos Zhou Shifeng e ativistas Hu Shigen, Gou Hongguo e Zhai Yanmin foram formalmente acusados, um ano depois de sua prisão em julho passado.

Mas, apesar de sua comunidade está enfrentando uma enorme pressão, os defensores dos direitos humanos na China ainda estão trabalhando e ainda se manifestar.

Você vai ficar com eles?

Há duas maneiras que você pode ajudar agora. Por favor, compartilhe o nosso artigo de fundo para aumentar a consciência do que está acontecendo na China, e por favor, orem para a comunidade da China sobre os direitos humanos em apuros.

Por favor, orem:

  • Para a proteção dos defensores dos direitos humanos que não tenham sido detidos ou que foram detidos e liberados;
  • Para o lançamento desses advogados de direitos humanos que ainda estão detidos;
  • Para as famílias dos defensores dos direitos humanos que são vítimas de perseguições si mesmos;
  • Que o governo chinês deixaria sua repressão.

Obrigado pelas orações com a gente,

Jane
Equipe East Asia

Trabalhar para a liberdade religiosa através da advocacia e dos direitos humanos, na busca de justiça.

CSW. PO Box 99, New Malden, KT3 3YF

CSW_Master_Mono_Logo_edit.jpg

Contato

Site

suporte

Amados:

       Enquanto vocês estão vivendo num país democrático e livre, gozando de verdadeira liberdade; enquanto estão sentados em suas confortáveis igrejas, adorando a Deus; enquanto estão em suas casas aquecidas, felizes com suas famílias, vocês podem entender que os cristãos na China estão confrontando-se ainda hoje com uma perseguição extremamente brutal? Durante várias décadas, muitas autoridades têm perseguido continuamente os filhos de Deus. Eles fabricaram toda sorte de acusações de crimes, prenderam os filhos de Deus e usaram de tortura a fim de força-los a confessar.  Abusaram dos castigos e puseram em prática toda espécie de métodos diabólicos. Os cristãos foram humilhados terrivelmente e de todas as formas.

       Esses irmãos e irmãs amam ardentemente o Senhor. Eles não só suportaram essa extrema e trágica perseguição como também brilharam para o Senhor nesse inferno negro na terra. Eles não dão atenção ao perigo e ao sofrimento, e estão dispostos a pagar qualquer preço. Não levam em consideração as suas vidas, contanto que possam salvar as almas perdidas. O Espírito do Senhor os ajuda, pois sinais e milagres os seguem. O amor do Senhor cativa um coração após o outro. Um a um os pecadores se arrependem e nascem de novo. Prisões com milhares de prisioneiros são incendiadas pelo evangelho. Essas prisões transformam-se em lugares de adoração onde a cruz é pregada.

       Esses são incidentes notáveis na história da igreja. Eles são o esplendor do caminho da cruz, os cânticos de vitória no campo de batalha do evangelho. Aleluia! Quem são essas pessoas? São mensageiros do céu/ São apóstolos? São profetas?

       São apenas pessoas iletradas, comuns, donas-de-casa e filhas de lavradores pobres. Dentre todos, alguns já foram levados pelo Senhor e cessaram seus trabalhos. Alguns continuam em atividade hoje, trabalhando nesta grande colheita para o Senhor. Outras foram sentenciadas à prisão perpétua, mas não deixaram de trabalhar com todo o empenho para salvar outros. Eles não têm esperança de sair da prisão, mas a sua esperança é que na volta do Senhor sejam arrebatados para estar com Ele.

       Quem são esses indivíduos? São lírios entre espinhos, os cedros do Líbano. São pessoas celestiais de quem o mundo não é digno. São os soldados de Jesus Cristo, os filhos fiéis de Deus. Os testemunhos verdadeiros registrados neste livro são apenas alguns exemplos entre as centenas de milhares de ocorrência de perseguição na China. Através desses testemunhos heroicos e comoventes, o leitor ficará conhecendo o poder implacável das trevas de Satanás em nossos dias. A máscara enganosa do “comportamento civilizado” foi arrancada. O leitor será desafiado a despertar rapidamente e saber que a perseguição da igreja é o caminho para a cruz, como diz o livro dos profetas: “Este é o caminho, andai por ele.” (Is 30:21).

       Espero que todos os que lerem este livro orem fervorosamente pela igreja na China e intercedam por aqueles que são fiéis no sofrimento…

Amém.

Lírios entre Espinhos

Cristãos Chineses contam sua história com Sangue e Lágrimas

Autor: Danyum, Novembro, 1991

Missão Horizontes

Possuo este livro adquirido já a algum tempo deste ministério.

Na próxima postagem, pretendo passar alguns textos deste excelente livro.

Esse post foi publicado em Bíblia, História Eclesiástica, Missões. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Prefácio do Autor

  1. “O cristianismo autentico necessariamente passa pela cruz. E cruz indica sofrimento por obediência, e obediência até a morte, como aconteceu com a pessoa do Senhor Jesus. Ele mesmo não queria isto e orou fervorosamente ao Pai neste sentido, mas no final deixou-se ser crucificado. Há um texto de A. W. Tozer, cujo tema é: Religião, folha de figueira, que expressa com muita autenticidade os valores que podemos observar no dia a dia. Eu, sinceramente, não gosto de sofrer. Quando sinto uma anormalidade em um dos meus membros, logo procuro um médico, para examinar, passar alguns exames e me medicar. Isto, humanamente, é normal, e acredito que se dá com outras pessoas também, em situação semelhante. Eu não estou aqui falando deste tipo de sofrimento. O maior sofrimento de Jesus em si não foi o sofrimento físico ao ser crucificado em uma cruz. O maior sofrimento Dele é que estava levando sobre si os pecados de toda a humanidade, incluindo eu e você. Vivemos em uma nação em que há liberdade religiosa, porém sabemos, de várias maneiras que há nações na face da terra, que este fato é utopia. Um exemplo, é o que acontece na China, escrevi um post em 17/07/2010, cujo tema é Projeto Pérola do Ministério Portas Abertas, quando foram contrabandeadas 1.000.000 de Bíblias para a China.

    http://saldaterraluzdomundo.com.br/2010/07/17/projeto-perola/

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s