Tempestades e tufões em Hong Kong

Tempestades e tufões em Hong Kong são fenômenos naturais relativamente frequentes. Especialmente entre os meses Maio e Novembro. Se você planeja visitar Hong Kong e o sul da China nesta época do ano, existe a possibilidade de seus planos de viagem serem eventualmente atrapalhados pela ocorrência de chuvas e fortes tempestades tropicais. Ou ainda, em casos mais extremos, interrompidos pela passagens de ciclones tropicais. Ou melhor, tufões como são mais conhecidos os furacões formados nessa parte do planeta.

Palavra de origem chinesa (台风 = táifēng), tufões são ciclones tropicais que se desenvolvem na porção ocidental do Oceano Pacífico Norte. Mais especificamente entre o Hawaii e o Extremo Oriente, numa região também conhecida como a Bacia Noroeste do Pacífico. Cerca de um terço dos ciclones tropicais que ocorrem todos anos no mundo, nascem nessa região, fazendo desta uma das áreas ciclônicas mais ativa na Terra.

Locais pelo mundo onde existe a ocorrência de ciclones tropicais

Apesar de a palavra “tufão” soar um pouco assustadora, Hong Kong é uma cidade acostumada e muito bem preparada para a passagens dos tufões. A cidade conta com um eficiente sistema de monitoramento e alerta meteorológico, o Hong Kong Observatory, que além de emitir boletins meteorológicos diários, emite alertas de tempestades à medida que as mesmas se aproximam da cidade. E desta forma, alertando e instruindo as pessoas sobre o que fazer nessas situações de risco, quando estes desastres naturais acontecem em Hong Kong, suas consequências tendem a ser reduzidas drasticamente.

Trajetória dos tufões entre 1980 e 2017
Trajetória dos tufões entre 1980 e 2017

Além disso, a maioria das edificações construídas na cidade nos últimos 50 anos foram erguidas de acordo com as especificações técnicas para resistir fortes ventos. Sendo assim, na história recente de Hong Kong, tufões raramente representaram perigo para os turistas que visitam a cidade. Basta seguir as recomendações das autoridades locais e tudo ficará bem com você.

Por outro lado, quando um tufão chega à Hong Kong, a cidade literalmente para. Centenas de vôos são cancelados, atrações, restaurantes e em alguns casos até mesmo o sistema de transporte público fecha e as pessoas são aconselhadas a se abrigar dentro de casa até que a tempestade perca força.

Cancelamento de vôos em massa durante tufão Hato (Foto por AFP)

Para quem mora na cidade e está acostumado, a chegada de um tufão muitas vezes é significado de um dia “extra de folga”. Para quem está de passagem, viajando ou à passeio, a chegada de um tufão atrapalha os passeios e pode acabar comprometendo o roteiro de viagem e o andamento das férias em função dos cancelamentos que ele pode eventualmente gerar.

Por isso, especialmente nessa época, além do seguro saúde, é importantíssimo que o visitante que vem à Hong Kong tenha feito um seguro de viagem que cubra também eventuais despesas relacionadas ao cancelamento e atrasos de vôos por conta da temporada de tufões na Ásia.

TEMPORADA DE TUFÕES EM HONG KONG

A temporada de tufões em Hong Kong se estende de Maio a Novembro. Historicamente, os tufões são mais frequentes e intensos entre os meses de Julho e Setembro, quando há uma chance de 50% a 60% de pelo menos um tufão atingir Hong Kong nesses meses. Entre Maio e Junho e Outubro e Novembro a chance de ocorrência de tufões é muito menor, mas ainda existente.

Hong Kong durante o tufão Hato o 15o tufão de intensidade T10 a atingir Hong Kong desde 1946

A gravidade e intensidade do tufão depende de uma série de fatores. Os tufões são especialmente perigosos quando o olho se aproxima muito da cidade e faz “landfall” exatamente sobre Hong Kong, coisa que raramente acontece. Se não me engano a última vez que um tufão fez “landfall” exatementre sobre Hong Kong Island foi em 1987.

Um homem usa seu guarda-chuva enquanto ele caminha em uma rua durante fortes ventos e chuva provocada por Typhoon Hato em Hong Kong em 23 de agosto de 2017. AFP PHOTO / Anthony WALLACE

Porém sempre que o olho do tufão passa a pelo menos 800 Km de distância de Hong Kong, ele invariavelmente influencia o tempo em Hong Kong e o Hong Kong Observatory emite alertas para que as precauções sejam tomadas à medida que ele se aproxima da cidade.

TOs táxis passam por um guarda-chuva quebrado entre os ramos das árvores após o Tufão Vincente em Hong Kong AFP PHOTO / Philippe Lopez

De uma maneira geral, tufões que fazem landfall ao oeste de Hong Kong tendem a ser mais destruidores que aqueles que fazem “landfall” ao leste da cidade. Isso se deve a uma série de fatores e que incluem o relevo de Hong Kong, sentido de movimentação da terra e afins. Se quiser saber mais como a posição que o tufão faz “landfall” no sul da China afeta o tempo em Hong Kong acesse esse artigo (em inglês) do HK Observatory.

Descargas eletricas em uma tempestade tropical em Hong Kong

A diferença entre uma tempestade tropical e um tufão se dá entre outras coisas pela intensidade dos seus ventos e existência de um núcleo organizado ou não. Geralmente quando um tufão atinge Hong Kong ele traz consigo muito vento e chuva que podem durar de 1 a 3 dias.

Queda de arvores e debris, um dos maiores perigos durante um tufão em HK /Photo AFP

Os ciclones tropicais são classificados de acordo com a recomendação da Organização Mundial de Meteorologia (WMO) pela velocidade máxima sustentada do vento perto do centro do sistema. Em Hong Kong, a classificação é baseada na escala de Beaufort e definida em termos de velocidade do vento em média, durante um período de 10 minutos, da seguinte forma:

CLASSIFICAÇÃO DO CICLONE TROPICAIS EM HONG KONG

·      Depressão tropical: ventos de 41 a 62 km/h

·      Tempestade tropical: ventos de 63 a 87 km/h

·      Tempestade tropical grave: ventos de 88 a 117 km/h

·      Tufão: ventos de 118 a 149 km/h

·      Tufão grave: ventos de 150 a 184 km / h

·      Super Typhoon: ventos de 185 km/h ou mais

Assim como acontece com os furacões nos EUA que possuem um nome e um número, cada uma das 14 nações que fazem parte da comissão de tufões da Organização Mundial de Meteorologia (WMO) fornecem 10 nomes e fica a cargo do centro meteorológico regional da WMO baseado em Tóquio escolher dentre os 140 nomes, o nome que irá batizar cada um dos tufões da Bacia Noroeste do Pacífico. Para saber quais são esses nomes, sua origem e significado acesse este link.

Embora não seja uma experiência muito agradável de se vivenciar, as pessoas em Hong Kong se tornaram “especialistas” em lidar com tais fenômenos naturais de forma bastante organizada. Enquanto tufões no início do século passado matavam milhares de pessoas, hoje em dia, quando eles passam por Hong Kong o número de vítimas fatais é mínimo ou quase nulo.

Ao contrário dos terremotos ou outros desastres naturais que ocorrem sem aviso prévio, ser surpreendido por um tufão em Hong Kong é algo muito improvável. As tempestades que se formam no South China Sea são monitoradas 24 horas por dia, 7 dias por semana e um sistema de alerta meteorológico entra em vigor assim que uma tempestade tropical for formada e estiver a 800km de Hong Kong e com potencial de deteriorar o tempo em Hong Kong nos próximos dias.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s