Desafios JMM – Ásia

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este é o maior e mais populoso continente, com 45 milhões de quilômetros quadrados de extensão e uma população de mais de 4 bilhões de habitantes distribuídos por 45 países. A Ásia é o berço de algumas das mais antigas civilizações e das principais religiões do planeta.

Na Janela 10/40, que se estende do oeste da África até a Ásia, estão os povos menos evangelizados do planeta. Esta faixa territorial abrange 62 países, com cerca de 3 bilhões de pessoas. Diversas comunidades religiosas convivem no mesmo espaço, reverenciando frequentemente um mesmo lugar, como a cidade de Jerusalém, no Oriente Médio, cultuada por judeus, cristãos e muçulmanos.

Se considerarmos que a região é o berço do islamismo, podemos dizer que é a mais fechada ao cristianismo. É do Oriente Médio que sai todo o pensamento religioso acerca da religião muçulmana, inclusive as ideias e os pensamentos radicais, fundamentalistas e que acabam se espalhando para outros continentes.

A perseguição religiosa tem se tornado o maior desafio no Oriente Médio. Temos o cuidado de não ter um missionário apanhado por um grupo terrorista ou qualquer coisa nesse sentido. Buscamos cada vez mais nos aperfeiçoar na questão da segurança, mas sempre entendendo que a nossa maior segurança, a nossa maior proteção certamente vem do Senhor.

A questão do desapontamento com o islamismo tem gerado em muitos a questão da apostasia completa, uma espécie de ateísmo tem crescido no meio muçulmano, mas por outro lado muitos estão se voltando para Jesus.

Porém falar de Jesus em países asiáticos é um dos maiores desafios missionários. Nossos obreiros precisam adotar estratégias que trazem à mente ações de agentes secretos enviados para salvar vidas. Eles atuam com discrição para, em determinados países, não despertar a atenção das chamadas “polícias religiosas” que têm autoridade para prender e interrogar qualquer cidadão que contrarie as rigorosas e extremas leis de seu território.

Missões Mundiais tem investido seus esforços, lado a lado com seus parceiros no Brasil, para tornar o amor do Pai conhecido, mostrar ao mundo que a paz entre as nações é possível. Duas décadas atrás iniciamos um ministério de plantação de igrejas através de obreiros da terra numa região que concentra a maior densidade de povos não alcançados do planeta.

Pela graça de Deus, hoje existe uma associação com 55 igrejas nessa localidade. Hoje ela é independente de recursos do Brasil e já planeja expandir o trabalho plantando novas igrejas. Isso significa que o DNA missionário foi repassado.

Em 2014, inauguramos a segunda casa do projeto Meninas da Índia, para receber menores em situação de vulnerabilidade social, potenciais vítimas de tráfico e exploração humana. Somos gratos a Deus pelos parceiros desse Projeto que têm apoiado e permitido esse avanço. Hoje temos cerca de 30 meninas assistidas.

Também inauguramos uma escola de futebol numa das regiões mais fechadas do mundo. Agora nosso obreiro já iniciou os treinamentos e pode compartilhar das verdades da Palavra para meninos e seus familiares que ainda não tinham ouvido o Evangelho.

Essas boas notícias devem nos levar aos pés do Senhor em gratidão, mas que nos sirvam também de ânimo para interceder ainda mais por estas frentes de trabalho, assim como pelas demais que estão em busca de unção e estratégias para o ministério.

Rogamos ao Senhor para que mantenha seu coração pulsando pela obra missionária a tal ponto de contagiar outros também.

Jessé Carvalho, coordenador da JMM para o Oriente Médio e Norte da África

http://missoesmundiais.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s