Veredas Missionárias

Veredas Missionárias

Definindo metas para expandir o impacto global da sua igreja no próximo ano

 
 

Definir metas para expandir o impacto global da sua igreja

“A menos que haja um elemento de risco em nossas façanhas para Deus, não há necessidade de fé.” -Hudson Taylor

 

O que você acredita que Deus quer realizar no alcance global de sua igreja nos próximos 12 meses? Quando você “levanta os olhos e vê que os campos estão brancos para a colheita” (João 4:35), este pode ser um momento apropriado para parar e considerar como administrar melhor os valiosos “recursos de colheita” que o Mestre confiou você (Mt 25: 14-20).

Seja corajoso e visionário enquanto você faz um balanço de onde você está e para onde Deus está desafiando você a ir. Mas lembre-se também que tentar mudar tudo de uma vez cria um desânimo que derrota o impulso para frente. Abaixo estão listadas 20 ideias para estimular seu processo de planejamento. Recomendamos que você escolha apenas dois ou três objetivos principais para o próximo ano.

Comece tomando tempo como uma equipe de missões para avaliar os últimos 12 meses. Como seu programa missionário é mais eficaz agora do que há um ano? Celebre o progresso e identifique lições para aprender com as falhas. Em seguida, use essa lista para iniciar uma discussão sobre as prioridades do próximo ano.

Estratégia

  1. Desenvolver ou revisar nossas prioridades e estratégia de missões.

Um conjunto claro de prioridades e formas definidas de engajamento são fundamentais para o impacto das missões de longo prazo em qualquer igreja. Este deve ser o ano em que abordamos o desenvolvimento ou revisão dessas importantes diretrizes? Nada tem tanto potencial para aumentar nosso impacto.

  1. Identifique nosso potencial de pessoas. 

Como poderíamos identificar com mais precisão os recursos das pessoas que Deus investiu em nossa igreja neste momento específico, especialmente áreas de maior potencial inexplorado para alcance missionário? Devemos fazer uma pesquisa em toda a igreja? Peça aos líderes de grupos pequenos que nos falem sobre os presentes daqueles que estão no grupo deles? Investigar e investir naqueles em novas classes de membros?

  1. Mapeie a diversidade da nossa comunidade.

Sabemos quais grupos de pessoas da diáspora (migrantes) são atualmente representados por residentes ao alcance de nossa igreja? O primeiro passo para alcançar as nações entre nós é descobrir quem está aqui e quais são suas necessidades.

  1. Desafie nosso pessoal a arriscar e sacrificar.

Deveríamos criar intencionalmente oportunidades de serviço onde nossos funcionários são desafiados a sair de sua zona de conforto e / ou dar um salto a um nível de sacrifício? Como nossa equipe de missões pode liderar pelo exemplo nessas áreas?

  1. Desafie nossos jovens em missões.

Há diversas conferências e treinamentos missionários, muitos deles focados especificamente em jovens, para acontecer por todo o Brasil. Devemos recrutar individualmente jovens adultos para participar de um desses eventos? Devemos fornecer bolsas de estudo?

  1. Expandir nossa capacidade de comunicação, especialmente a capacidade de produzir vídeos de missões de alto impacto.

A comunicação visual é o coração de atingir as gerações mais jovens, por isso os vídeos são uma parte cada vez mais essencial dos esforços de mobilização de missões da igreja. Deveríamos recrutar uma equipe principalmente de jovens adultos para desenvolver uma série de vídeos que inflama a visão tanto do que Deus está chamando a nossa igreja a fazer globalmente quanto dos excitantes ministérios nos quais já estamos envolvidos?

  1. Experimente novas missões dando métodos.

Muitas igrejas estão descobrindo que a abordagem do desafio da fé para o financiamento de missões é menos eficaz com as gerações mais jovens. Podemos experimentar uma abordagem diferente? Talvez um desafio de doação correspondente (alguém em nossa igreja, ou nossa equipe de liderança missionária, estaria disposto a fazer um presente de desafio de alongamento da fé?). Ou uma abordagem on-line do estilo “Vakinha.com” (crowdfunding)? Ou uma exibição visualizada de forma criativa (como um quebra-cabeça gigante do mundo ou uma réplica escalonada de um foguete que se mova pelo salão) mostrando o progresso em direção ao objetivo.

Ministério

  1. Duplique nosso impacto na oração.

E se estabelecermos como meta gerar o dobro de intercessão global de nossa congregação este ano? Como poderíamos medir a quantidade atual de oração diária ou semanal? O que precisamos fazer para desafiar e recorrer a crianças, jovens e adultos para que invistam o dobro do tempo na intercessão em prol de trabalhadores em missões e das necessidades globais?

  1. Envie novos trabalhadores.

Deus está nos chamando para estabelecer uma meta para identificar um certo número de membros que devemos pedir para considerar as missões de longo prazo e outro grupo para encorajar a mudança para uma missão ou projeto de curto prazo? Podemos focar a oração nessas áreas e desenvolver uma lista de perspectivas, depois agendar um horário para conversar com cada uma delas? Devemos introduzir ou expandir nossas oportunidades de estágio intercultural?

  1. Patrocine uma série de sermões.

Devemos trabalhar com nosso pastor para planejar uma série de sermões missionários focados em torno de uma parte específica das Escrituras? Como poderíamos facilitar o trabalho do pastor fornecendo recursos auxiliares que adicionarão impacto? Que tipos de oportunidades poderíamos projetar que seriam os primeiros passos práticos para aqueles que respondem ao desafio bíblico?

  1. Encoraje os missionários.

O que poderíamos fazer este ano para fornecer intencionalmente incentivo extra para um ou mais dos nossos trabalhadores globais? Programar uma visita pastoral? Financiar um projeto? Providenciar formação adicional para eles?

  1. Capacitar a integração de missões.

Como poderíamos recorrer a líderes de outros ministérios em nossa igreja para integrar mais engajamento global em seus programas? Uma igreja deu a cada aluno da escola dominical uma “semente” (recursos) para alavancar qualquer projeto global que escolhessem. Outros financiam viagens para que vários líderes de ministérios possam interagir com seus pares que servem às igrejas nacionais em algum lugar do mundo.

  1. Avance rapidamente um projeto estratégico.

As igrejas frequentemente se envolvem em tantos esforços diferentes que seus investimentos são reduzidos. Podemos escolher um empreendimento especialmente estratégico e comprometer uma quantidade de fundos que se estende pela fé para lançar ou expandir sua implementação? Quais são os nossos critérios para identificar tal projeto? Devemos convidar nossos trabalhadores / parceiros globais para enviar propostas?

Liderança

  1. Melhore nosso próprio serviço.

Como nossa equipe de liderança em missões aumentará nossa visão e habilidades globais este ano? Devemos definir uma meta de quantos membros da nossa equipe participarão de uma viagem de curta duração ou visita de assistência missionária ao campo neste ano? Cada um de nós se comprometerá a se envolver em algum ministério pessoal e transcultural que exija sair de nossa zona de conforto? Deveríamos também nos comprometer a ler / ouvir e depois discutir um ou mais livros ou palestras, ou fazer um curso de Perspectivas ou de missões online oferecido por uma faculdade ou seminário cristão?

  1.  
  2. Aperte o botão de pausa.

A maioria das equipes de liderança de missões é comprometida apenas para manter sua agenda atual de eventos missionários, viagens de curta duração e trabalho administrativo. Devemos colocar uma tarefa importante em espera para o próximo ano, a fim de concentrar nosso tempo em uma atividade estratégica de longo prazo? E se não tivéssemos uma conferência de missões este ano, enviado menos equipes ou simplificado nosso processo orçamentário? Isso daria tempo para algo como (1) voltar à estaca zero e repensar e redesenhar um aspecto inteiro de nosso programa de missões, (2) lançar um alcance estratégico local para um povo da diáspora, ou (3) ter toda a nossa equipe fazendo o curso de Perspectivas ou outro relevante.

  1. Realizar uma auditoria de missões internas.

Existe alguém em nossa igreja com fortes habilidades analíticas que poderia nos ajudar a dar um passo atrás para avaliar todo o nosso programa de missões? Ou o ponto de vista externo de um “coach” profissional de missões nos ajudaria a ver pontos fracos e áreas estratégicas para redesenhar?

  1. Expandir a propriedade das principais missões dos líderes.

Como poderíamos expor nossa equipe pastoral e líderes leigos às coisas empolgantes que Deus está fazendo hoje, em campos missionários no Brasil e no mundo? É mais provável que os líderes se interessem por um trabalho de missão se puderem se conectar por meio de uma área de sua paixão ou especialização. Podemos projetar uma viagem global especializada ou divulgação local que envolva o ponto ideal de pelo menos um ou dois líderes-chave que atualmente não são apaixonados por missões? Como mobilizá-los?

  1. Envolva mais pessoas na liderança de missões. 

E se nós criássemos algumas novas equipes de força-tarefa de missões, cada uma abordando uma meta específica em nossa lista? As pessoas são mais propensas a aceitar uma atribuição limitada no tempo do que uma função aberta. Como poderíamos projetar a tarefa de uma forma que atraísse os jovens a se engajarem?

  1. Contrate um “treinador” de missões.

Deveríamos convidar um pastor missionário próximo, ou um “coach” de missões de uma agência ou outra entidade mobilizadora, para vir ao nosso encontro uma vez por trimestre durante o próximo ano para avaliar como nossa equipe de liderança funciona e sugerir maneiras de melhorar?

  1. Traga outra pessoa junto.

Poderia cada membro de nossa equipe de liderança de missões identificar pelo menos uma oportunidade onde eles poderiam convidar um ‘marinheiro de primeira viagem para participar de uma missão de divulgação ao lado deles? O que isso poderia ser?

O chamado de Jesus aos Seus seguidores era custoso: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome sua cruz diariamente e siga-me” (Lucas 9:23). Se seguirmos Jesus, não ficaremos satisfeitos em apenas manter o status quo – pessoalmente ou como líderes no corpo de Cristo. Como nossa equipe missionária confiará em Deus para grandes coisas para a expansão de Sua glória entre as nações no próximo ano?

Traduzido e adaptado por Veredas Missionárias a partir de texto disponível em Catalyst Services (Ago/2018): http://catalystservices.org/trust-god-for-more/

http://veredasmissionarias.blogspot.com/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s