Principais definições de personalidade

        Allport, de maneira ampla, agrupa a definição de personalidade em três classes: definições de efeitos externos, de estrutura interna e positivista.

1 – Efeito Externo

  • A soma total do efeito provocado por um indivíduo na sociedade.
  • Hábitos ou ação que conseguem influir em outras pessoas.
  • Respostas apresentadas pelos outros ao indivíduo, considerado como estímulo.
  • O que os outros pensam de você.

2 – Estrutura Interna

       Personalidade é:

  • A soma total de todas as disposições biológicas inatas, impulsos, tendências, apetites e instintos do indivíduo, bem como as disposições e tendências adquiridas por experiência.
  • A organização mental de um ser humano em qualquer estágio de seu desenvolvimento. Abrange todos os aspectos do caráter humano, do intelecto, do pensamento, da habilidade, da moralidade e todas as atitudes constituídas durante a vida da pessoa.
  • O conjunto organizado de processos e estados psicológicos que pertencem ao indivíduo.
  • Um esquema unificado de experiência, uma organização de valores que são mutuamente consistentes.

       Através da Estrutura Interna, as definições prendem-se exclusivamente à organização interior. São definições mais estruturais, aceitas por quase todos os filósofos.

3 – A Opinião Positivista

       Personalidade é:

  • A conceitualização mais adequada do comportamento de uma pessoa, considerada em todos os seus pormenores, e que um cientista pode dar em determinado momento.

       Os teóricos da opinião positivista discordam das definições essencialistas. Segundo esses teóricos, a personalidade interior é um mito. Eles sustentam que é impossível conhecermos a “unidade dinâmica multiforme” que realmente “existe”, e que apenas podemos ter opiniões a respeito, ou seja, quando muito, “conceitualizá-la”.

       Como acabamos de ver, uns dos mais difíceis conceitos na Psicologia é a personalidade. Na verdade, não existe uma definição correta ou incorreta. Algumas, apenas, estão mais completas que outras. Allport apresenta uma definição “essencialista” de personalidade, tratando-a como uma unidade “existente na pessoa” e que tem uma estrutura própria: “A personalidade é a organização dinâmica, no indivíduo, dos sistemas psicofísicos que determinam seu comportamento e seu pensamento característicos.”

       De acordo com a definição de Allport, a organização da personalidade supõe o funcionamento em unidades inseparáveis de “mente” e “corpo”; a personalidade é e faz algo, ou seja, existem tendências determinantes que exercem uma influência diretamente em todos os aspectos expressivos e de ajustamento. Através de sua personalidade, o indivíduo ajusta-se ao ambiente e reflete a respeito dele. O comportamento e o pensamento permitem a sobrevivência e o crescimento.

       Para facilitar a compreensão do assunto, abordaremos distintamente os temas personalidade, caráter e temperamento.

Psicologia Pastoral – A Ciência do Conhecimento Humano como Aliada Ministerial

Jamiel de Oliveira Lopes – CPAD

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s