A autocomiseração

       A autocomiseração é um dos sentimentos mais destrutivos vivenciados pelo ser humano, ao lado da culpa e da ira.  É a comiseração de si mesmo, a autopiedade, sentir dó de si mesmo.

       A autopiedade é um estado psicológico que uma pessoa pode desenvolver em situações adversas nas quais ela sente-se injustiçada passando a sentir-se vítima, buscando chamar a atenção dos outros para lhe confortarem.

       Uma pessoa com autocomiseração olha apenas para o que perdeu, sente dó e piedade de si mesma, acha-se vítima da situação e das pessoas, um ser sofredor que merece o cuidado e atenção exclusivos de todos ao seu redor.

       A pessoa vítima da autocomiseração adota para si um padrão de vida de ” coitado”. Na maioria das vezes, ela mesma não percebe que os outros se aborrecem quando ela mostra o seu comportamento. A autocomiseração transforma a pessoa em “o coitado” da igreja, “o coitado” do ministério, o “coitado” da família, o sofredor da vida. Com o tempo, as pessoas começam a afastar-se porque não é fácil conviver com alguém assim. Por mais que se dê atenção a essa pessoa e por mais que se converse com ela, nada melhora e nada muda para ela.

       No aspecto espiritual, a autocomiseração é pecado. Sentir compaixão pelos outros é um predicado de amor, mas, ao sentirmos dó de nós mesmos, tornamo-nos egocêntricos, amamos somente a nós mesmos e não os outros.

       A autocomiseração é um sentimento perigoso que pode levar a pessoa à depressão, ao negativismo e à ingratidão com Deus. É uma das “doenças do ego” que leva a pessoa a mimar seu próprio ego. A pessoa passa a olhar somente para os seus problemas e sofrimentos, deixando de olhar as coisas boas que tem, esquecendo-se das bênçãos que Deus lhe concedeu.

        A autocomiseração pode ser vencida. Isso se torna possível se a pessoa atentar para as seguintes atitudes:

  • Reconhecer o seu comportamento de vitima – Não se muda um comportamento negativo se não há uma consciência da existência dele. Esse é o primeiro passo para se alcançar a vitória.
  • Querer mudar – Depois que a pessoa percebe o seu comportamento, ela deve lutar para vencê-lo, lutar contra esse sentimento, contra o próprio EU, desejando mudar. Jesus disse em João 16:33 que passaríamos por aflições no mundo, mas que era para termos “bom animo”, pois Ele venceu o mundo: “Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” Em Cristo, somos mais do que vencedores.
  • Romper o que passou – Romper com o passado e perdoar aqueles que nos ofenderam é o caminho para nos sentirmos livres da autocomiseração: “[…] mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim” (Fp 3:13). A aceitação do que aconteceu é o primeiro passo para superar as consequências de qualquer adversidade.
  • Ter um coração agradecido – A gratidão é uma virtude que deve ser cultivada em nossas vidas. Quando agradecemos, focamos as coisas boas que nos aconteceram e deixamos de lado aquelas que nos fizeram mal. A Bíblia mostra-nos que devemos ser agradecidos: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1ªTs 5:18).

Sl 103:1,2

“Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome.
Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios” .

       Quando não acreditamos na possibilidade de uma mudança, sentimo-nos presos e infelizes, passando a culpar os outros pela nossa infelicidade. Uma mudança só é possível a partir do momento que nos permitimos vivenciar novas experiências.

Psicologia Pastoral – A Ciência do Conhecimento Humano como Aliada Ministerial

Lidando com as emoções e sentimentos – O caminho para a maturidade emocional

Jamiel de Oliveira Lopes – CPAD

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s