A responsabilidade é pessoal, associado ao arrependimento e salvação

Portanto, ó nação de Israel, eu os julgarei, a cada um de acordo com os seus caminhos; palavra do Soberano Senhor. Arrependam-se! Desviem-se de todos os seus males, para que o pecado não cause a queda de vocês. Livrem-se de todos os males que vocês cometeram, e busquem um coração novo e um espírito novo. Por que deveriam morrer, ó nação de Israel? Pois não me agrada a morte de ninguém; palavra do Soberano Senhor. Arrependam-se e vivam!”(Ezequiel: 18. 30-32).

Deus se dirige ao povo de Israel, através do profeta Ezequiel, dizendo que se um homem ruim parar de pecar, obedecer às leis de Deus e passar a ter outro comportamento fazendo o que é bom e correto, certamente, não morrerá, uma vez que todos os seus erros serão perdoados e viverá porque passou a fazer aquilo que é bom.

Entretanto, se um homem bom passar a fazer as coisas erradas, deixando de praticar coisas boas e passar a praticar o mal, aquilo que ele fez de bom não será levado em consideração e ele morrerá por conta dos seus pecados.

Continua afirmando que o povo acha que isso não está correto, porém assegura que não existe erro algum, já que quando alguém com o comportamento correto deixa de ser assim, passando a fazer o mal, morre pelas coisas ruins que fez.

Já quando um homem ruim interrompe o seu ciclo de maldades e passa a fazer o bem e o que é correto, ele está salvando a sua vida, porque ele conseguiu entender que aquilo que fazia não estava certo e parou de pecar e, por conta disso, não vai morrer.

Esse texto é muito controverso, principalmente porque a grande maioria  das pessoas entende que os erros  anteriores das pessoas que eram ruins não devem ser esquecidos e afirmam que é muito fácil fazer um monte de coisas erradas e depois se arrepender e ser salvo e, em contrapartida, no caso das pessoas que eram boas e agora não são, o seu passado bom não pode ser esquecido assim de uma forma completa e que deve ser levado em consideração.

Em primeiro lugar, precisamos ter em mente que Deus, em momento algum, está dizendo que as pessoas que eram más não devam se responsabilizadas pelos erros que cometeram, ou seja, as consequências acontecerão, por exemplo, se alguém cometeu algum crime deverá pagar pelo seu erro frente à sociedade.”

O que Deus está dizendo é que as pessoas devem se arrepender de seus pecados e procurar mudar o seu comportamento como um todo, já que em não fazendo isso serão destruídas pelos seus erros.

Entretanto, a mensagem mais importante de todo esse texto é que Deus quer que todas as pessoas vivam, Ele não quer que ninguém morra e a receita é uma só, que o pecado seja interrompido.

O  contexto desses versos é que povo de Judá acreditava que estava sendo penalizado por erros de seus antepassados e não por aqueles que eles estavam cometendo, então, Deus se dirigiu a Ezequiel para que esclarecesse àquelas pessoas que o pecado é pessoal, que ninguém seria responsabilizado pelo erro do outro, isto é, a justiça do Senhor é feita de forma individual.

É bom que esclareçamos que o contrário também acontecia, isto é, pessoas perversas que achavam que não seriam responsabilizadas por conta de ancestrais justos.

O texto, muito embora pareça complicado não é, pelo contrário, é muito simples. O que Deus quer de nós é que tenhamos um comportamento correto, que não façamos coisas erradas, que sejamos pessoas boas e não ruins, que abandonemos todo o mal que, por ventura, estejamos cometendo, que nos transformemos através do arrependimento sincero e busquemos um caminho novo para as nossas vidas.

Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por: Marcio Motta.

Presbítero na Igreja Assembleia de Deus, em Bonsucesso, no Rio de Janeiro, Brasil.

Professor da Escola Bíblica Dominical (EBD).

Docente Local do Haggai.

Possui graduação em Administração de Empresas e Pós-graduação em Finanças Corporativas.

Trabalhou por mais de 30 (trinta anos) numa grande Instituição Financeira de Varejo e atua, hoje, como Consultor Financeiro, além de ministrar palestras nas áreas de Finanças Pessoais e Empresariais.

Fundador do  Blog Palavra Fiel.

https://www.palavrafiel.com.br/a-responsabilidade-e-pessoal/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s