“Domingo” O Dia do Senhor

Este é o dia que o Sr fez para nós – Salmo 117
18 Capa Setembro
“DOMINGO” – O DIA DO SENHOR

Assim como o sábado, era o “Dia da Lei”, o primeiro dia da semana, passou a ser o “Dia do Senhor”. O Jesus Cristo ressuscitado, passou a estar com os discípulos, no primeiro dia da semana. Os apóstolos juntamente com a Igreja Cristã (fundada em pentecostes, no primeiro dia da semana), também passou a adotar o dia da ressurreição como sendo “O Dia do Senhor”. Começamos a semana louvando e servindo a Deus e trabalhamos seis dias. Continuamos em perfeita obediência ao mandamento divino que determina que devemos trabalhar seis dias e descansar um.

Veja em seguida, algumas razões pelas quais podemos afirmar que com a “Era da Graça” também passamos a guardar como cristãos (e não como judeus ou judaizantes), um novo dia – O primeiro dia da semana. “Novo pacto, ele tornou antiquado o primeiro. E o que se torna antiquado e envelhece, perto está de desaparecer”(Hebreus 8:13).

Cristo cumpriu a lei. E assim não estamos sob  o jugo da lei. Portanto, “ninguém pois, nos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras, mas o corpo é de Cristo” (Colossenses 2:16-17). “Pois todos quantos são das obras da lei; estão debaixo de maldição”…  Mas depois que veio a fé, já não estamos debaixo do aio. Pois todos somos filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus”(Leia o Capítulo 3 da Carta aos Gálatas).

O NOVO TESTAMENTO, nos dá total base para, como cristãos, observarmos o primeiro dia da semana, como sendo “O Dia do Senhor”:

1. Jesus ressuscitou dentre os mortos, no primeiro dia da semana. E não foi por acaso. (João 20:1). 

6. Neste primeiro dia da semana os quase três mil convertidos foram unidos a primeira “eclesia” (Igreja) neo-testamentária (Atos 2:41). E não foi por acaso. 

2. Os discípulos estavam reunidos no primeiro dia da semana, e Jesus (já ressuscitado), lhes apareceu e disse-lhes: “Recebei o Espírito Santo” (João 20: 19-23). E não foi por acaso. 

3. Jesus esperou uma semana, e no outro primeiro dia da semana, quando os discípulos estavam novamente reunidos, Jesus mais uma vez aparece aos discípulos (João 20:26-31). E não foi por acaso. 

7. No mesmo primeiro dia da semana o rito do batismo cristão em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, foi administrado pela primeira vez (Atos 2:41). E também não foi por acaso. 

4. A promessa da vinda do Espírito Santo cumpriu-se no primeiro dia da semana – no dia de Pentecostes, que caia no primeiro dia da semana (Levítico 23:16). Também não foi por acaso. 

5. No mesmo primeiro dia da semana foi pregado pelo apóstolo Pedro o primeiro sermão evangelístico sobre a morte e ressurreição de Jesus. (Atos 2:14) E também não foi por acaso. 

9. O apóstolo Paulo ordena a todas as Igrejas da Galácia e a Igreja de Corinto para que no primeiro dia da semana os cristãos entregassem as suas ofertas (Iª Coríntios 16:1-2). E não foi por acaso. 

8. O livro histórico do Novo Testamento, registra que foi no primeiro dia da semana, na cidade de Trôade, que os cristãos estavam reunidos e ouviram a mensagem proferida pelo apóstolo Paulo (Atos 20:6-7). Também não foi por acaso. 

10. No Livro da Revelação (Apocalipse), João declara, em alto e bom, som que foi “arrebatado NO DIA DO SENHOR” (Apocalipse 1:10). Também não foi por acaso.

VIVEMOS NA ERA DA GRAÇA… E GUARDAMOS O DIA DO SENHOR. Honramos a Jesus Cristo que é Senhor do Sábado, e não podemos nos deixar levar por “cristãos judaizantes” apegados a era da Lei.

Disse Jesus: “A lei e os profetas vigoraram até João; desde então é anunciado o Evangelho do Reino de Deus”(Lucas 16:15).

Ouçamos o que Paulo disse a Tito: “Não devemos dar lugar a fábulas judaicas nem a mandamentos de homens que se desviam da verdade” (Tito 1:14).

A guarda do domingo


Os cristãos escolheram o domingo como dia do Senhor porque, além de não haver qualquer orientação para a guarda do sábado no Novo Testamento, neste dia (no domingo), nosso Senhor ressuscitou (leia Jo 20.1).

Os argumentos apostólicos pelo domingo

O culto principal da Igreja primitiva acontecia aos domingos (1ª Co 16.2).


Paulo, o apóstolo dos gentios, celebrou a ceia do Senhor, em Trôade, num dia de domingo (At 20.7).

Na igreja de Roma, houve uma discussão sobre alimentos e calendários. Paulo exortou os irmãos daquela comunidade a se entenderem e a se respeitarem mutuamente (Rm 14.5,6).

Paulo, preocupado com o fato de os gálatas não terem compreendido que o Evangelho isenta-nos do pacto entre Deus e os filhos de Abraão, escreveu-lhes uma carta, dizendo que quando eles ainda não conheciam a Deus, guardavam dias, e meses, e tempos, e anos, nomeando essa prática de rudimentos fracos e pobres (Gl 4.8-11).

Paulo foi ainda mais veemente quando tratou com os crentes de Colossos; ele estava livre do entendimento de que o dia de descanso teria de ser, necessariamente, no sábado (Cl 2.16,17).

CONCLUSÃO

O nosso Deus trabalha incessantemente (Is 64.4), mas também aprecia o descanso – não que Ele tenha esgotado Seu poder e força quando criou o Universo; afinal, um Ser infinito, imaterial e todo-poderoso não poderia exaurir-se, jamais. Mas, para ilustrar a necessidade e importância de um tempo de repouso, Ele próprio descansou ao sétimo dia.


O descanso semanal – no caso, o sábado prescrito na Lei – constitui-se em uma sombra, dentre outras tantas apontadas pela mesma Lei (conf. Cl 2.16). Essas sombras falam do repouso que aguarda os filhos de Deus: um dia, repousaremos definitivamente do trabalho que hoje empreendemos (Hb 4.1-13).

Pr João Brito Nogueira   

https://www.boasnovas.org.br/boas-novas/pastoral/1227-domingo-o-dia-do-senhor

https://adaliahelena.blogspot.com/2020/04/licao-05-tire-um-dia-para-descansar.html

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s