A salvação em três tempos

“Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” Rm 8.1

A justificação é um ato e não um processo. Não acontece em nós, mas no tribunal de Deus. É um ato legal, quando Deus, em virtude da justiça de Cristo imputada a nós, declara-nos justos. A justificação não tem graus; todos os salvos estão justificados de igual forma. Agora, nenhuma condenação há para aqueles que estão em Cristo Jesus. A santificação é um processo, que começa na conversão e termina na glorificação.

Como já escrevemos na primeira mensagem, aquele que crê em Cristo está salvo, está sendo salvo e será salvo. Quanto à justificação, já fomos salvos; quanto à santificação, estamos sendo salvos; quanto à glorificação, seremos salvos. Na justificação fomos salvos da condenação do pecado; na santificação estamos sendo salvos do poder do pecado; na glorificação seremos salvos da presença do pecado.

Pela santificação vamos sendo transformados de glória em glória na imagem de Cristo, nosso Senhor. Deus mesmo, pela obra do Espírito Santo, vai esculpindo em nós a beleza de Cristo. A glorificação é a consumação da nossa redenção, quando receberemos, na segunda vinda de Cristo, um corpo novo, incorruptível, glorioso, poderoso, semelhante ao corpo da glória de Cristo. Então, reinaremos com Cristo, pelos séculos sem fim, desfrutando das venturas celestiais.

(Fonte: Devocionário Cada Dia – Hernandes Dias Lopes)

https://www.ipb.org.br/cada-dia/a-salvacao-em-tres-tempos-3823

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s